domingo, outubro 24, 2021
No menu items!
Início Estados Unidos Trump assina pacote de alívio financeiro. Saiba quem vai receber e quando...

Trump assina pacote de alívio financeiro. Saiba quem vai receber e quando os cheques podem chegar

O presidente Donald Trump assinou neste domingo o pacote de ajuda econômica de US$ 900 bilhões aprovado pelo Congresso na semana passada, que inclui pagamentos diretos de US$ 600 para pessoas que ganham até US$ 75.000 por ano. Famílias com status de imigração misto foram incluídas. O dinheiro deverá cair na conta dos contribuintes dentro de duas semanas, o mesmo prazo para começar a distribuição dos cheques.

O pacote foi sancionado depois de uma semana intensa em que tudo parecia indicar que o presidente não assinaria, pois continuava a insistir em aumentar a quantidade de dinheiro dos cheques de estímulo para US$ 2.000 por pessoa elegível.

A assinatura de Trump também evitará uma temida paralisação do governo, já que o pacote aprovado pelo Congresso inclui o orçamento de gastos federais para 2021.

No total, a legislação assinada pelo presidente chega a 2,3 trilhões de dólares, entre o auxílio à pandemia da COVID-19 e o orçamento federal que dará financiamento ao governo até setembro do próximo ano.

A legislação possibilitará a prorrogação do seguro-desemprego, que expirou na madrugada deste sábado, deixando milhões desprotegidos, e que agora poderão receber pagamentos semanais adicionais entre US$ 114 e US$ 357.

O pacote também estende a moratória federal sobre despejos, que expiraria na próxima quinta-feira. Se Trump não tivesse assinado esta noite, milhões de pessoas poderiam enfrentar uma crise imobiliária imediata.

Quando os indivíduos qualificados receberão o cheque de US$ 600?

Especialistas ouvidos pela rede CNN garantem que a Fazenda vai demorar pelo menos duas semanas para colocar o dinheiro nas contas bancárias.

“Desta vez, pode ser mais difícil, mas o IRS pode começar a receber o dinheiro em janeiro”, disse Howard Gleckman, pesquisador sênior do Centro de Política Tributária da Urban-Brookings.

Mas o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, disse à CNBC na segunda-feira passada, antes da recusa de Trump, que as pessoas que se qualificam para pagamentos diretos podem ver o dinheiro em suas contas bancárias em questão de dias.

Quem consegue o dinheiro mais rápido?

Os pagamentos não saem todos de uma vez. Aqueles cujas informações bancárias estão arquivadas no IRS provavelmente receberão o dinheiro primeiro, porque ele será depositado diretamente em sua conta. Outros receberão cheques em papel ou cartões de débito pré-pagos pelo correio.

O que o pacote de alívio COVID-19 de Trump inclui?

. Um cheque de $ 600 em pagamentos diretos para quem ganhou menos de $ 75.000 por ano.

. Pagamentos adicionais de desemprego de $ 300 por semana até março.

. Aqueles com filhos receberão um pagamento extra de $ 600 para cada um deles (devem ser dependentes menores de 17 anos).

. Uma renovação de dois programas-chave de extensão de assistência ao desemprego que expiraram neste sábado.

. Fundos para assistência alimentar: 13.000 milhões e 10.000 para creches.

. Financiamento para empresas atingidas pelo coronavírus: 300 bilhões. Fundos para universidades e escolas: 82 bilhões.

. Financiamento para teatros, cinemas independentes e outras instituições culturais: 15 bilhões.

. Fundos para a realização de exames de coronavírus e para distribuição contra COVID-19: 69 bilhões.

. Um fundo para um programa de assistência emergencial de aluguel para famílias afetadas pela pandemia, que pode ser usado para pagar um mês vencido ou futuro, ou para despesas relacionadas: 25.000 milhões.

. Outras ajudas incluídas no pacote destinam-se a subsídios agrícolas, além de um fundo de 10 mil milhões para os Correios.

Desta vez, o cheque incluirá cidadãos casados ​​com imigrantes indocumentados (que não têm número de previdência social), aproximadamente 1,2 milhão de indivíduos que foram excluídos da primeira rodada de cheques por U$ 1.200.

Esses são pessoas que preencheram uma declaração de imposto de renda junto com uma pessoa usando um número de identificação de contribuinte individual, em vez de um número de seguro social.

Nesta segunda-feira, a Câmara dos Deputados aprovou um incremento no valor dos cheques, passando para US$ 2 mil, conforme havia exigido Donald Trump. Agora, a nova proposta vai para o Senado. Resta saber, se os senadores republicanos vão se juntar aos democratas para aprovar o aumento ou vão enterrar a ideia que partiu do presidente do próprio partido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES