quinta-feira, outubro 21, 2021
No menu items!
Início Estados Unidos Tráfego nos EUA tem aumento de mortes, apesar da redução de veículos,...

Tráfego nos EUA tem aumento de mortes, apesar da redução de veículos, segundo levantamento

Mesmo com as restrições impostas devido à pandemia de coronavírus, forçando a uma diminuição de veículos nas ruas, houve um aumento nas mortes envolvendo veículos motorizados, no Estados Unidos, em 2020. De acordo com o relatório do National Safety Council (NSC), foram mais de 42 mil vítimas fatais nas estradas americanas, a maior contagem em 13 anos.  

O NSC estima que 42.060 pessoas morreram em acidentes, superando a estimativa de 2019 – 39.107 – um aumento de 8%.

Ainda assim, as milhas percorridas por veículos caíram 13% em relação a 2019, de 3.260 bilhões para 2.830 bilhões.

A taxa de mortalidade por quilometragem foi de 1,49 mortes por 100 milhões de milhas percorridas, um aumento de 24% em relação a 1,20, em 2019.

O NSC também disse que os acidentes de carro causaram 4,8 milhões de feridos que necessitaram de tratamento médico.

A proporção de lesões por morte foi de 114 por 1. O custo estimado de mortes, ferimentos e danos materiais para a sociedade americana, em 2020, foi de US$ 474,4 bilhões, segundo o levantamento.

A organização sem fins lucrativos não ofereceu nenhuma explicação específica por que as mortes aumentaram apesar de menos quilômetros percorridos e com menos veículos trafegando.  

“É trágico que, nos EUA, tiramos os carros das estradas e não colhemos nenhum benefício de segurança”, disse a presidente e CEO do NSC, Lorraine M. Martin.

“Esses dados expõem nossa falta de uma cultura de segurança eficaz nas estradas”.

Segundo o órgão, O NSC afirmou que, pelo menos, nove estados viram um declínio nas mortes nas estradas:

Alasca (-3%)

Delaware (-11%)

Havaí (-20%)

Idaho (-7%)

Maine (-1%)

Nebraska (-9%)

Novo México (-4%)

Dakota do Norte (-1%)

Wyoming (-13%)

Massachusetts se manteve estável em relação a 2019. Em 2020, foram 334 mortes contra 337 do ano anterior.  

Enquanto isso, sete estados e o Distrito de Columbia viram grandes oscilações na outra direção:

Arkansas (+ 26%)

Connecticut (+ 22%)

Distrito de Columbia (+ 33%)

Geórgia (+ 18%)

Mississippi (+ 19%)

Rhode Island (+ 26%)

Dakota do Sul (+ 33%)

Vermont (+ 32%)     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES