sexta-feira, outubro 15, 2021
No menu items!
Início Esporte Sob polêmica, Galo anuncia o retorno de Cuca após passagem vitoriosa

Sob polêmica, Galo anuncia o retorno de Cuca após passagem vitoriosa

O Atlético-MG anunciou oficialmente a contratação do técnico Cuca, nesta sexta-feira. Campeão da Libertadores, em 2013, o treinador volta ao clube com um contrato até 2023. Mas a aquisição não foi tão simples e ocorreu em meio a uma polêmica antiga envolvendo o profissional.

Apesar do passado vencedor no comando do Galo, Cuca não é unanimidade entre os torcedores. Grupos de atleticanos fizeram campanhas nas redes sociais com a hashtag #CucaNão.

O principal motivo da rejeição foi a participação do treinador num caso policial ocorrido em 1987, em Berna, na Suíça, quando era jogador do Grêmio. À época, uma garota de 13 anos acusou de estupro coletivo Alexi Stival (Cuca) e outros três atletas: Eduardo Hamester, Fernando Castoldi e Henrique Etges.

Em 1989, os quatro foram condenados não por estupro, mas pela idade da vítima. Embora não tenha sido reconhecido pela garota, Cuca foi condenado a 15 meses de prisão por violência sexual contra pessoa vulnerável (com menos de 16 anos), mas não cumpriu a pena, já que o Brasil não extradita seus cidadãos. Em 2004, a possibilidade de execução expirou.

Por conta disso, vários torcedores do Atlético (entre eles, grupos formados por mulheres) se manifestaram contra o retorno do treinador.  

A tag #CucaNão esteve entre os assuntos mais comentados do Brasil no Twitter em diferentes dias das últimas semanas.

Na última terça-feira, Cuca quebrou o silêncio sobre o caso e se disse inocente. 

“Venho neste momento falar de uma coisa que me incomoda muito, porque há 34 anos houve um episódio comigo. Essas coisas aconteceram há 34 anos e hoje elas estão vindo como se tivessem acontecido hoje e eu fosse condenado e culpado. Para resumir: eu não tenho culpa nenhuma de nada, nunca levantei um dedo indevidamente ou inadequadamente para alguma mulher”, disse ele, em entrevista à jornalista Marília Ruiz, do UOL.

Esta será a segunda passagem de Cuca pelo Atlético. Contratado no fim de 2011, o treinador protagonizou alguns dos momentos mais marcantes da história centenária do clube, como a heroica campanha que culminou com o título continental. Também ganhou o Campeonato Mineiro em 2012 e 2013.

Mesmo com uma trajetória de títulos, Cuca deixou o Atlético de maneira turbulenta, no fim de 2013. O treinador já estava acertado com o Shandong Luneng, da China, quando dirigiu o time alvinegro no Mundial de Clubes daquele ano (que teve o fiasco na semifinal contra o Raja Casablanca, de Marrocos).

Cuca comandou o Atlético em 153 partidas, com 80 vitórias, 34 empates e 39 vitórias, que correspondem a um aproveitamento de aproximadamente 59,7% dos pontos disputados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES