domingo, outubro 24, 2021
No menu items!
Início Imigração Senadores republicanos já se manifestam contrários ao plano de imigração de Biden

Senadores republicanos já se manifestam contrários ao plano de imigração de Biden

O ambicioso plano de imigração do presidente Joe Biden encontrou rápida resistência dos principais republicanos no Senado, incluindo alguns que defenderam um plano semelhante há oito anos.

Os ativistas da imigração elogiaram amplamente a proposta legislativa, mas os principais legisladores do Senado expressaram ceticismo de que ela pudesse ser aprovada, pelo menos sem mudanças substantivas.

Os senadores acreditam que é improvável que a proposta obtenha os 60 votos necessários na câmara alta para superar a obstrução (um procedimento político usado no Senado para bloquear leis ou nomeações indesejadas por aqueles que constituem a minoria).

Biden precisaria de pelo menos 10 votos republicanos a seu favor, já que o Senado está atualmente 50-50.   

O senador republicano da Flórida Marco Rubio (foto acima), uma figura-chave na reforma de 2013 promovida pelos oito senadores conhecidos como Gang dos 8, que foi aprovada pelo Senado, mas morreu na Câmara dos Representantes controlada pelos republicanos, chamou a proposta de Biden de uma iniciativa sem chances de sucesso.

“Há muitas questões que acho que podemos trabalhar em cooperação com o presidente eleito Biden, mas uma anistia geral para as pessoas que estão aqui ilegalmente não vai ser uma delas”, disse ele em um comunicado na terça-feira, um dia antes da aquisição de posse.

O senador Lindsey Graham, R-Carolina do Sul, afirmou duvidar que o plano de Biden possa ser aprovado, descrevendo-o como “à esquerda” da legislação de 2013 que ajudou a redigir, argumentando que inclui menos disposições para fortalecer o segurança de fronteira.

Graham, que assumiu uma posição de extrema direita durante a administração Trump, disse que o resultado mais provável de ocorrer é um pequeno acordo no Programa de Ação Adiada para Chegadas à Infância (DACA) de 2012, instituído pelo presidente Barack Obama, unilateralmente.

O plano de Biden propõe flexibilizar as restrições ao asilo e conceder um caminho de oito anos à cidadania para cerca de 11 milhões de indocumentados que vivem nos Estados Unidos, após passar por verificações de antecedentes criminais e pagar seus impostos, dentre outros vários pontos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES