segunda-feira, outubro 18, 2021
No menu items!
Início Política Republicano diz que vem sofrendo até ameaças de morte, para anular votos...

Republicano diz que vem sofrendo até ameaças de morte, para anular votos válidos e favorecer Trump

O secretário de Estado da Geórgia, Brad Raffensperger, disse nesta segunda-feira que tem sofrido pressão crescente nos últimos dias de outros republicanos, incluindo o senador Lindsey O. Graham (SC), para questionar a validade das cédulas legalmente lançadas em um esforço para reverter o resultado que impôs a derrota do presidente Trump perda no estado. Segundo ele, até ameaças anônimas de morte foram feitas.

Em uma ampla entrevista sobre a eleição, o secretário expressou exaustão com uma série de alegações infundadas vindas de Trump e seus aliados sobre a integridade dos resultados da Geórgia, incluindo insinuações de que a Dominion Voting Systems, fabricante de urnas eletrônicas com sede no Colorado, é uma empresa “esquerdista” com laços com a Venezuela que gerou milhares de votos de Trump para ficar fora da contagem.

A atmosfera ficou tão contenciosa, segundo o republicano, que tanto ele quanto sua esposa receberam ameaças de morte nos últimos dias, incluindo um texto para ele que dizia:

“É melhor você não estragar essa recontagem. Sua vida depende disso”.

Sobre as ameaças, o secretário respondeu que, “quando se trata de pessoas do meu lado do corredor, todos que estão trabalhando nisso precisam elevar seu discurso. Precisamos ser atenciosos e cuidadosos com o que dizemos”.

Ele disse que denunciou as ameaças às autoridades estaduais. A pressão sobre o republicano, que contrariou seu partido na defesa do processo de votação do estado, ocorre no momento em que a Geórgia está passando por uma recontagem manual de cerca de 5 milhões de votos.

Joe Biden tem uma vantagem de 14 mil votos na contagem inicial. Normalmente educado, o secretário de estado salvou sua linguagem mais dura para o deputado Douglas A. Collins (R-Ga.), que está liderando os esforços do presidente na Geórgia e a quem chamou de “mentiroso” e “charlatão”.

Brad Raffensperger disse que todas as acusações de fraude serão investigadas minuciosamente, mas que atualmente não há evidências confiáveis ​​de que isto ocorreu em uma escala ampla o suficiente para afetar o resultado da eleição.

A recontagem vai “afirmar” os resultados da contagem inicial, segundo ele, que disse que a auditoria contada manualmente que começou na semana passada também provará a precisão das máquinas da empresa responsável.

Alguns condados já relataram que suas recontagens manuais coincidem exatamente com as contagens da máquina relatadas anteriormente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES