sexta-feira, outubro 15, 2021
No menu items!
Início Imigração Republicana garante que tem apoio e apresenta projeto de reforma imigratória

Republicana garante que tem apoio e apresenta projeto de reforma imigratória

A deputada federal María Elvira Salazar, republicana da Flórida, anunciou que vai apresentar, nesta quarta-feira, na Câmara dos Deputados, um projeto de lei batizado de “Dignidade”, que visa conceder status legal a quem está sem documentos nos Estados Unidos há, pelo menos, cinco anos.

Em entrevista ao Canal Telemundo, Salazar garantiu que tem o apoio da bancada do seu partido para tirar da “escuridão” os 11 milhões de imigrantes que vivem sem documentos no país.

“Nós, republicanos, vamos enviar uma mensagem diferente, que somos pessoas compassivas e queremos ajudar aquelas pessoas que vivem nas trevas”, declarou Salazar. “Vamos dar dignidade agora, para que dentro de 10 anos possamos entrar no caminho da redenção, que é a cidadania. Se tiverem interesse, porque muita gente não se interessa. O que a maioria das pessoas deseja é viver em paz e não com medo de ser deportada”, completou.

O plano republicano propõe oferecer a legalização a quem está no país há cinco anos, tenha filhos americanos, pague impostos, não tenha cometido nenhum crime e contribuiu para a economia, de acordo com a congressista.

Salazar destacou a onda migratória que está desmoronando a fronteira sul do país:

“É uma crise. Estive na fronteira em El Paso há dois dias. É impossível que nenhum país possa receber milhares de crianças, não sabemos se eles estão estuprando nossas meninas ou se vão ser explorados em trabalhos forçados ou sexualmente. Tudo isso está acontecendo na fronteira. Isso deve ser resolvido para resolver o problema interno”.

“O que está acontecendo na fronteira não agrada a ninguém desta comunidade. Porque somos reféns daqueles de nós que somos políticos de Washington, que prometem o que não é, e dos malandros e traficantes de drogas que prometem que chegarão e nada vai acontecer”, acrescentou.

A deputada explicou que a proposta responde sobre uma reforma imigratória que, a seu ver, não se concretizará:

“A reforma que o presidente Joe Biden está apresentando, não tem apoio na Câmara dos Representantes nem no Senado para que se transforme em lei. Ele nem mesmo tem apoio suficiente dentro de seu partido. Portanto, nos próximos dois anos, as pessoas estarão esperando por algo que os democratas sabem que não vai acontecer. Não se engane. Temos que buscar a dignidade que esperamos há anos”, declarou.

A deputada garantiu que teria o apoio dos republicanos se resolverem o problema da fronteira, colocarem a tecnologia necessária e reformarem o sistema de asilo.

“Então, garanto que o meu partido dará dignidade aos 11 milhões que estão aqui, e que 80% estão neste país há mais de cinco anos”, afirmou.   

Sobre a crise na fronteira, Biden divulgou uma mensagem aos imigrantes que planejam viajar ou já estão chegando aos Estados Unidos: “Não venham! Não saia da sua cidade ou comunidade”, enfatizou o presidente em entrevista ao ABC News, diante da chegada massiva de imigrantes, principalmente menores desacompanhados, nas últimas semanas.

A Câmara dos Representantes, onde os democratas detêm a maioria, está se preparando para votar nesta semana dois projetos de lei que, se promulgados, abririam um caminho para a residência permanente legal e, eventualmente, a cidadania para milhões de imigrantes.  

Um projeto, intitulado Dream and Promise Law, já aprovado pela Câmara dos Deputados em 2019, mas que não foi considerado no Senado, legalizaria os “Dreamers”, enquanto o outro daria status legal a trabalhadores agrícolas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES