sexta-feira, outubro 15, 2021
No menu items!
Início Estados Unidos Outra rodada de U$ 1,2 mil gera impasse na negociação sobre novo...

Outra rodada de U$ 1,2 mil gera impasse na negociação sobre novo pacote de ajuda financeira

O novo pacote de ajuda financeira que os republicanos estão procurando apresentar e votar na próxima semana deverá excluir o envio de outra rodada de cheques de U$ 1,2 mil aos contribuintes. Isto representaria uma mudança em relação à proposta que eles deixaram sobre a mesa antes de sair do recesso de verão e possivelmente será rejeitado pelos democratas.

Duas fontes consultadas pelo jornal “The Hill” disseram que os republicanos agora apoiam a apresentação de um plano por um valor menor do que o projeto de lei HEALS Act de agosto – U$ 1 trilhão – em uma tentativa de alcançar consenso dentro do partido e, assim, ajudar alguns legisladores que enfrentam desafios eleitorais.

O pacote de estímulo anterior foi criticado por alguns dos senadores mais conservadores, incluindo Ted Cruz, que considerou desnecessário fornecer nova ajuda financeira após o enorme plano de U$ 2 trilhões, aprovado em março, conhecido como Lei CARES.

O plano que seria revelado na próxima semana totalizaria U$ 500 bilhões e seria “focado” em pontos específicos como dinheiro para escolas e desempregados. 

Uma das fontes ouvidas pelo The Hill revelou que o líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, tentará obter 51 votos quando o novo plano for apresentado. Isso para mostrar pelo menos alguma coesão entre eles, já que qualquer projeto vai precisar de pelo menos 60 votos para avançar no Senado.

Isso parece difícil no momento, dado que os democratas dificilmente apoiarão um plano que não chegue perto de seus próprios U$ 2,2 trilhões.  

Os republicanos também tiveram idas e vindas, tanto na Casa Branca quanto no Congresso.

Eles introduziram a Lei HEALS de U$ 1 trilhão em agosto, e na semana passada o chefe de gabinete de Donald Trump, Mark Meadows, disse que o presidente estava disposto a assinar um novo plano de US $ 1,3 trilhão.  

Antes do início do recesso de verão, havia vários espinhos que separavam os congressistas e a Casa Branca. Isso incluiu, por exemplo, a renovação do subsídio de desemprego semanal adicional de U$ 600 – vencido no final de julho – e a destinação de recursos aos estados.

Os democratas procuraram estender a entrega dos U$ 600 na íntegra até o início do próximo ano, enquanto os republicanos defenderam o corte da ajuda para U$ 200 por semana por alguns meses e o lançamento de um novo plano, sob o qual milhões de desempregados receberiam o equivalente a 70% dos salários perdidos.

A exemplo do que aconteceu no primeiro pacote, mesmo quem declara imposto de renda utilizando um Itin Number não receberá o cheque do governo federal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES