segunda-feira, outubro 18, 2021
No menu items!
Início Esporte No sufoco, Palmeiras está na final da Libertadores; América-MG e Chapecoense voltam...

No sufoco, Palmeiras está na final da Libertadores; América-MG e Chapecoense voltam à Série A

Na noite agitada do futebol, nesta terça-feira, o Palmeiras garantiu a classificação para a grande final da Copa Libertadores na base do sufoco e muito sofrimento. Quem também tem o que comemorar é o América-MG e a Chapecoense, ambos de volta à principal divisão do Campeonato Brasileiro, em 2021, com quatro rodadas de antecedência para o fim da Série B.

Líder, o Coelho foi o primeiro a sacramentar retorno ao Brasileirão (de onde caiu em 2018), após empatar sem gols com o Náutico, fora de casa. Este foi o quarto acesso do time mineiro na era dos pontos corridos, o que o torna recordista de ascensões ao lado de Sport e Avaí.

A Chape venceu o Figueirense por 2 a 1, em casa, e chegou a 66 pontos. Assim, o time não pode ser ultrapassado pelo Juventude (5°, com 52 pontos).

Agora, 11 times lutam pelas duas vagas restantes.  

O Cruzeiro está em 13º, com 44 pontos, e enfrenta o lanterna Oeste em casa, para chegar a 47, dar salto na tabela e ficar a 5 pontos do G-4. Em outro jogo desta quarta, o Avaí (9º, com 47) precisa vencer o Vitória (que luta contra o rebaixamento) para encostar no pelotão de cima.

Além de Cruzeiro e Avaí, outros com chances matemáticas são: Cuiabá (3º, com 55), CSA (4º , com 52), Juventude (5º, com 52), Guarani (6º, com 48), Ponte Preta (7º, com 48), Operário (8º, com 48), Brasil de Pelotas (10º, com 47), CRB (11º, com 46) e Sampaio Corrêa (12º, com 45). A partir daí, outros times têm chances quase nulas ou não têm mais possibilidade de acesso.

Na grande partida da noite, o Palmeiras sofreu muito para conquistar a valiosa vaga na final da Libertadores. Com grande vantagem obtida no jogo de ida sobre o River Plate, o Alviverde quase pôs tudo a perder numa atuação abaixo da crítica. O time argentino encurralou o adversário, abriu 2 a 0, chegou a fazer o terceiro, mas o VAR flagrou um impedimento e anulou o lance.

A polêmica prosseguiu em dois momentos capitais: um pênalti que chegou a ser marcado pelo árbitro de campo, porém novamente anulado com a intervenção do VAR. O suspense seguiu até o fim, quando um outro pênalti poderia ter sido marcado com o auxílio do vídeo. Por sorte, o Palmeiras escapou de uma penalidade por conta de um impedimento milimétrico do jogador do River.

Àquela altura, um gol da equipe argentina significaria uma disputa de pênaltis para definir o classificado. Com o apito final, os palmeirenses puderam respirar com muito alívio e, agora, esperam para conhecer o adversário entre Santos e Boca Juniors, para o jogo derradeiro, no próximo dia 30, no Maracanã.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES