domingo, outubro 24, 2021
No menu items!
Início Local Massachusetts tem nova onda de fraudes em seguro-desemprego

Massachusetts tem nova onda de fraudes em seguro-desemprego

Desde o início da pandemia, quase todos os estados do país foram atingidos por fraudes contra o desemprego. Em julho, o Departamento de Assistência ao Desemprego de Massachusetts revelou que 58 mil reclamações fraudulentas foram detectadas, representando uma perda de U$ 158 milhões.

Na época, o Departamento do Trabalho disse que estava atuando com as autoridades estaduais e federais para investigar a fraude e contratou um contador privado para realizar uma auditoria forense.

Foram encontradas evidências de que as falsas declarações de desemprego estão aumentando mais uma vez em Massachusetts, e desta vez os golpistas parecem ter como alvo os funcionários públicos.

Segundo a reportagem do canal “25 News” (Rede Fox), de Boston, foi descoberto que os fraudadores usaram os nomes de centenas, possivelmente milhares, de funcionários estaduais e municipais para tentar lucrar com o seguro-desemprego.

Uma revisão dos registros da polícia de Needham mostra que pelo menos 108 pessoas entraram com queixas desde o final de setembro. Mas o problema vai muito além. Os investigadores examinaram atentamente os registros da polícia nas cidades vizinhas e encontraram relatos de fraude no desemprego em 23 comunidades na área metropolitana de Boston.

Mais de 550 trabalhadores foram visados, incluindo bombeiros e professores em Worcester. Em Hopkinton, a lista inclui o administrador municipal e o superintendente das escolas.

“Acho que há uma segunda onda”, disse Dan Lohrmann, um especialista em segurança cibernética que já ocupou cargos no governo estadual, referindo-se à última rodada de ações falsas feitas em todo o país. “Certamente, no final de setembro e início de outubro, parece que estamos piorando em alguns estados.”

Lohrmann diz que funcionários públicos, como professores, são alvos fáceis para golpistas ou redes criminosas porque seus nomes, cargos e salários são de registro público e frequentemente encontrados online. Essa informação, diz ele, pode ser facilmente copiada para um pedido de desemprego.

A secretária do Trabalho, Rosalin Acosta, foi questionada pela reportagem para declarar o que está fazendo para combater o problema. Em um comunicado, um porta-voz afirmou: “Atualizações adicionais relacionadas aos dados de fraude de desemprego serão divulgadas assim que a auditoria forense for concluída. Indivíduos que acreditam ter apresentado uma falsa solicitação de seguro-desemprego usando sua identidade devem utilizar o formulário de contato de fraude do Departamento de Assistência ao Desemprego em mass.gov/unemployment-fraud ou ligar para o departamento de atendimento ao cliente: 877-626-6800”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES