domingo, outubro 24, 2021
No menu items!
Início Imigração Mais de 600 crianças detidas na fronteira ainda não se reuniram com...

Mais de 600 crianças detidas na fronteira ainda não se reuniram com os pais

Os advogados que trabalham para reunir famílias de migrantes separadas pela administração Trump, com a prisão na fronteira México-EUA, acreditam que o número de crianças cujos pais ainda não foram localizados é 666, mais do que foram notificados.

Cerca de um quinto dessas crianças tinha menos de 5 anos no momento da separação, de acordo com uma fonte familiarizada com os dados. No e-mail enviado à NBC News, Steven Herzog, o advogado que lidera os esforços para reunir as famílias, explica que o número é maior porque o novo grupo inclui aqueles “para os quais não havia número de telefone registrado pelo governo”.

Anteriormente, os advogados disseram não ter conseguido encontrar os pais de 545 crianças separadas pelo governo, após tentativas frustradas de contactá-los.

“Agradeceríamos que o governo fornecesse qualquer informação de contato atualizada disponível ou outra informação que possa ser útil para estabelecer contato com esses 666 pais”, escreveu Herzog no e-mail enviado aos advogados do Departamento de Justiça que representam a Administração Trump.

Lee Gelernt, vice-diretor do Projeto de Direitos dos Imigrantes da União pelas Liberdades Civis (ACLU), disse à NBC News que a nova cifra inclui outros indivíduos além dos 545 para os quais não foi obtida.

“Mas temos esperança de que agora o governo forneça essas informações”, acrescentou.

A administração Trump impôs uma política de tolerância zero na fronteira dos Estados Unidos com o México entre abril e junho de 2018, segundo a qual pais e filhos imigrantes indocumentados foram separados.

O ex-procurador-geral Jeff Sessions levou à separação das crianças de seus pais na fronteira em 2018, de acordo com uma investigação.

Antes desta política, que foi implementada ao longo de toda a fronteira, a administração federal separou famílias de migrantes como parte de um programa piloto no setor de El Paso, Texas em 2017.

A maioria das crianças referidas nos e-mails obtidos pela NBC News foram separadas durante o programa piloto, mas o total também inclui alguns menores que foram afetados pela política de tolerância zero em 2018.

O presidente eleito Joe Biden prometeu estabelecer uma força-tarefa do governo para reunir todas as famílias de migrantes separadas pelas políticas da Administração Trump. Mas, de acordo com duas fontes familiarizadas com os planos de imigração do novo governo, Biden até agora não decidiu se os pais separados terão a oportunidade de vir aos Estados Unidos para se reunir com seus filhos e, assim, solicitar asilo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES