sexta-feira, outubro 15, 2021
No menu items!
Início Imigração Justiça abre caminho para legalização de certos imigrantes protegidos pelo 'TPS'

Justiça abre caminho para legalização de certos imigrantes protegidos pelo ‘TPS’

Um painel do Tribunal de Recursos do 8º Circuito juntou as decisões de dois outros tribunais semelhantes para permitir que certos imigrantes protegidos por um Status de Proteção Temporária (TPS) se candidatem à residência permanente (green card).

“Concordamos com o raciocínio do 6º e 9º tribunais de recursos, que aceitaram que os imigrantes protegidos pelo TPS sejam considerados inspecionados e admitidos no país ao abrigo da Lei de Imigração”, diz o parecer.

Com isso, ao serem considerados “inspecionados”, os estrangeiros cobertos pelo programa humanitário que comprovarem ser casados ​​com um cidadão americano ou tiverem filhos americanos maiores de 21 anos podem solicitar residência permanente legal.

“Basicamente, o 8º Circuito de Recursos determinou que as pessoas que têm TPS, independentemente de terem entrado no país sem autorização, para fins de residência permanente se forem casadas com um cidadão, essas pessoas podem solicitar o green card”, explicou José Guerrero, advogado de imigração.

“Os imigrantes que têm filhos de cidadãos americanos também se qualificam”, acrescentou.

Os advogados consultados pela Univisión Noticias recomendaram que os beneficiários do TPS que viviam nos 6º, 8º e 9º circuitos de recurso procurassem aconselhamento jurídico para que um perito certificado e autorizado analisasse os casos, antes de contactar o serviço de imigração.

O 6º Circuito de Apelações é composto por: Missouri, Wisconsin, Indiana, Illinois, Kentucky e Tennessee.

Por sua vez, o 8º Circuito é formado pelos estados de Arkansas, Dakota do Norte, Dakota do Sul, Iowa, Minnesota, Missouri e Nebraska.

O 9º Circuito tem os seguintes estados: Alasca, Havaí, Guam, Califórnia, Oregon, Washington, Montana, Idaho, Nevada, Arizona e Ilhas Marianas do Norte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES