segunda-feira, outubro 18, 2021
No menu items!
Início Imigração ICE prepara série de operações visando cidades-santuário, segundo jornal

ICE prepara série de operações visando cidades-santuário, segundo jornal

O ICE se prepara para realizar uma série de operações seletivas em cidades chamadas de “santuário”, como parte de uma estratégia para ampliar a questão da imigração durante a parte final da campanha de reeleição do presidente Donald Trump.

As operações aconteceriam durante o mês de outubro e se concentrariam em prisões que serão realizadas “em jurisdições que adotaram políticas de santuário”, segundo três autoridades que descreveram o plano com mensagens públicas obtidas pelo jornal Washington Post, nesta terça-feira.

As batidas, apelidadas de “Operação Santuário”, podem começar na Califórnia já neste fim desta semana. Em seguida, se espalharão por cidades como Denver e Filadélfia, de acordo com dois dos oficiais, que falaram sob condição de anonimato ao jornal.

Ele acrescenta que o secretário interino do Departamento de Segurança Interna (DHS), Chad Wolf, provavelmente viajará para pelo menos um dos locais onde a operação acontecerá “para promover as afirmações do presidente Trump de que os líderes dessas cidades não protegeram os residentes locais de criminosos perigosos”, disseram as fontes.

Desde a campanha de 2016, Trump atacou as chamadas jurisdições santuário e continuou a fazê-lo durante sua presidência. Ele assinou uma ordem executiva proibindo essas localidades que não cooperam com as forças federais de segurança, definindo novas prioridades de deportação.

No decreto, Trump também disse que a permanência de imigrantes indocumentados constituía uma ameaça à segurança nacional.

O “Post” também afirmou que as fontes descreveram os ataques como uma “campanha de mensagem política”, em vez de uma grande operação do ICE. Eles acrescentaram que as operações se concentrarão na captura de imigrantes com antecedentes criminais.

Em 1º de setembro, a agência voltou às ruas para deter mais de 2 mil imigrantes ilegais em uma série de operações durante seis semanas, no Texas, Flórida, Virgínia e Califórnia.

A agência observou que 85% das pessoas sob custódia tinham ficha criminal ou enfrentavam acusações de homicídio, agressão, violência doméstica, abuso sexual e outros crimes.

As fontes do jornal disseram que não houve diferença entre essas prisões e as programadas nas cidades-santuário, mas que nesta nova rodada de detenções haveria mais publicidade para ecoar a mensagem de campanha do presidente.
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES