quinta-feira, outubro 21, 2021
No menu items!
Início Imigração Grupos querem que retenção nas deportações seja prioridade quando Biden assumir

Grupos querem que retenção nas deportações seja prioridade quando Biden assumir

Ao chegar à Casa Branca, Joe Biden deixou claro que irá reverter as políticas do atual governo prejudiciais aos imigrantes, sobretudo aos indocumentados. Grupos dizem que permanecerão vigilantes e vão cobrar para garantir que o presidente eleito cumpra suas promessas. Acima de tudo, uma solução que ofereça cidadania a milhões de pessoas e uma moratória às deportações.

Para Jacinta González, coordenadora da campanha do grupo “Mijente”, a oferta deve se materializar para dar tranquilidade e segurança à população imigrante.

Adelina Nicholls, diretora executiva da Georgia Latino Alliance for Human Rights (GLAHR), concorda neste ponto e espera uma ação rápida por parte do governo Biden.   

“Esperamos que ele faça isso no primeiro dia. Seria o gesto de que há realmente interesse nos problemas de imigração”.

Por sua vez, González espera também que o próximo governo redirecione os recursos do Serviço de Imigração e Controle Aduaneiro (ICE, na sigla em inglês) que hoje são investidos em operações de perseguição aos imigrantes para a educação e saúde.

“Isso mudaria as práticas de Trump, mas não para por aí, que também melhora a vida dos imigrantes”, disse ela, que também acredita que Biden deve usar “todo o seu poder para diminuir a descriminalização de nossas comunidades”, encerrando programas como o 287g – Comunidades Seguras.

Há uma pressão para buscar a legalização de milhões de imigrantes sem documentos. Em 12 de novembro, o Congressional Hispanic Caucus (CHC) enviou uma carta a Biden solicitando uma reunião.

“Esperamos trabalhar com você e seu governo para tratar de questões críticas que afetam os hispânicos”, escreveu o grupo liderado por Joaquin Castro, um congressista do estado do Texas.

Embora ainda não tenham anunciado uma data para a reunião solicitada, o comitê está confiante de que o governo Biden cumprirá suas promessas, incluindo reunir todas as famílias que foram separadas na fronteira sob o governo Donald Trump em solo dos EUA e permitir que famílias de migrantes retidas no México possam cruzar a fronteira para exercer seu direito de solicitar asilo.

Outras ações que Biden se ofereceu para realizar durante seus primeiros 100 dias na Casa Branca são a restauração do programa DACA e uma revisão imediata do TPS. Porém, ciente de que executivo não só poderá gerar mudanças com decretos, o CHC espera que o Congresso faça a sua parte.

“O Congresso deve priorizar uma solução legislativa permanente para alcançar o direito à cidadania para os mais de 11 milhões de imigrantes indocumentados que já vivem entre nós e são nossos vizinhos, amigos e familiares”, afirmou o deputado. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES