quinta-feira, outubro 21, 2021
No menu items!
Início Local Fim da linha: Brasileiro é condenado a 9 anos de prisão por...

Fim da linha: Brasileiro é condenado a 9 anos de prisão por crimes graves, em Massachusetts

Terminou mal a história de um brasileiro nos Estados Unidos. Membro de uma gangue, morador de Somerville, ele foi condenado a nove anos de prisão, na quarta-feira passada, por seu papel em uma série de sequestros e assaltos à mão armada.

Breno Henrique Da Silva, 22 anos, é membro da facção criminosa nomeada como “Primeiro Comando da Massachusetts (PCM)”, uma gangue brasileira que se acredita estar por trás do tráfico de drogas e armas, roubos, sequestros e assaltos à mão armada em Boston, Malden, Everett, Somerville, Framingham, Peabody e outros comunidades de Massachusetts, segundo o Ministério Público estadual.

As autoridades acreditam que o “PCM” apareceu pela primeira vez no estado em 2017 e começou a investigar a gangue no ano seguinte.

Em outubro, Breno se declarou culpado de conspiração para conduzir negócios empresariais por um padrão de extorsão e conspiração para cometer roubo. Ele admitiu também ter cometido assaltos à mão armada em 14 de janeiro de 2019, em Framingham; e em 16 de janeiro de 2019, em Stoughton.

As autoridades federais disseram que o brasileiro também admitiu ter sequestrado uma mulher em Peabody em 7 de fevereiro de 2019.

Breno da Silva e seu co-réu, Edson da Silva, que não é parente dele, atraíram a mulher para fora de uma casa em Peabody e a levaram para um Residência de Maynard, onde foi mantida sob a mira de uma arma e ameaçada de morte.

As autoridades disseram que a facção acreditava que a mulher pode ajudá-los a atacar um membro de uma gangue rival com violência, mas uma testemunha cooperante alertou as autoridades.

Segundo as autoridades, o brasileiro será deportado após ser libertado da prisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES