segunda-feira, outubro 18, 2021
No menu items!
Início Local Família é multada por promover festa com centenas de pessoas, em Milford

Família é multada por promover festa com centenas de pessoas, em Milford

O departamento de saúde de Milford aplicou uma multa de U$ 1,5 mil em três citações, depois que uma festa com 200 pessoas, aproximadamente, foi realizada num quintal de uma casa, no último sábado.

De acordo com as autoridades da cidade, a festa aconteceu em um imóvel na Franklin Street, mesmo com as grandes reuniões proibidas pelo estado, nos esforços para conter a disseminação do coronavírus.

Quando os policiais de Milford responderam a uma chamada sobre a festa, eles notaram três violações das ordens do governador Charlie Baker sobre a contenção de Covid-19: quebra das diretrizes de distanciamento social, falta de uso de máscaras e descumprimento no número de pessoas pemitidas para um encontro ao ar livre – o limite estabelecido, em Massachusetts, é de 50 pessoas.

“Não achávamos que muitas pessoas iriam aparecer e, antes que as pessoas entrassem, observamos se estavam usando suas máscaras, mas algumas pessoas simplesmente não queriam cooperar e outras simplesmente saíram sem máscaras. Tudo saiu do controle”, Disse Jean Loja, cujo pai foi o anfitrião do evento.

De acordo com as ordens de Baker, qualquer pessoa encontrada em violação estaria sujeita a uma multa de U$ 500, pelos conselhos locais de saúde e outros escritórios municipais. As citações são multas civis, administradas como disposições não criminais por violações de estatutos, regras ou regulamentos locais.

Vários vizinhos chamaram a polícia para interromper a festa de sábado à noite, algo que eles dizem acontecer quase todo fim de semana.

“Mil e quinhentos dólares? Isso vem acontecendo há anos ”, disse um vizinho anônimo. “Todas as horas da noite, música bombando, food trucks. U$ 1.500 não é nada. Só precisamos da cidade para acabar com isso. Temos uma rua tranquila, temos trabalhadores, temos filhos, temos idosos”, completou.

A multa foi considerada um grande golpe para a família que diz que começou a sediar torneios de vôlei, para arrecadar dinheiro para uma tia de 41 anos com diagnóstico de câncer de mama em estágio 3.

“A primeira fase de abertura foi quando começamos a permitir a entrada de uma pequena quantidade de pessoas, mas quando a pandemia começou, literalmente fechamos tudo”, disse o sobrinho. “É muito importante para nós porque minha tia não está trabalhando no momento”.
 
A casa fica a alguns metros de distância da delegacia e dispersou o grupo sem nenhuma prisão. Esta é a primeira vez que a cidade aplica multas por violações em relação à Covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES