sexta-feira, outubro 15, 2021
No menu items!
Início Imigração Congressistas articulam mecanismo na tentativa de passar reforma imigratória, no Senado

Congressistas articulam mecanismo na tentativa de passar reforma imigratória, no Senado

O Congressional Hispanic Caucus quer incluir o projeto de lei de imigração da Casa Branca, que ofereceria um caminho para a cidadania para milhões de indocumentados, dentro da lei orçamentária. Facções influentes dentro do partido estão defendendo a inclusão do “Ato de Reconciliação”, um dispositivo parlamentar que permite a aprovação de um projeto com a maioria simples, no Senado.

O presidente do CHC, Raul Ruiz (D-Calif.), fez a proposta de um esforço de imigração para seus colegas em uma convocação privada na semana passada, declarando que o plano abrangente de Biden deveria pegar uma carona no projeto de infraestrutura, dadas as poucas perspectivas de sobreviver a uma obstrução do Senado, caso haja a necessidade de aprovação com 60 votos. Com isso, os democratas teriam de convencer 10 republicanos a votarem pela legalização dos indocumentados.

No entanto, muitos do próprio Partido Democrata reconhecem que tal legislação substancial seria difícil de passar sem o arbítrio do Senado.

Eles dizem que os projetos de saúde e relacionados ao clima têm maior probabilidade de ter um impacto direto no orçamento. As densas regras orçamentárias já forçaram o Senado a rejeitar uma das maiores peças do pacote de ajuda ao coronavírus de Biden, um aumento do salário mínimo federal.

Ainda assim, Yarmuth disse acreditar que muitos projetos de saúde e de clima podem sobreviver às regras orçamentárias, bem como a alguns aspectos da política de imigração:

“Nem tudo, mas acho que certas coisas podem”.

Muitos democratas da Câmara estão cada vez mais frustrados porque seus colegas no Senado ainda não agiram para eliminar o limite de 60 votos para a maioria dos projetos.

“Se eles não se livrarem da obstrução, então, vamos usar o único mecanismo que podemos usar”, disse o deputado Juan Vargas (D-Calif.), que apoia o uso do processo orçamentário para mudanças na imigração.

Ele admitiu que fazer isso seria tão inadequado quanto usar um alicate em vez de um martelo para cravar um prego em um pedaço de madeira. Mas essa pode ser a única opção, segundo ele.

“Se essa for a única coisa que temos… Eu quero levar isso adiante, absolutamente, de qualquer maneira que pudermos”, decretou o deputado.

O debate sobre o plano de imigração apresentado por Joe Biden tem previsão para ocorrer no mês que vem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES