domingo, outubro 24, 2021
No menu items!
Início Estados Unidos Clima de tensão se intensifica nos EUA por causa da eleição presidencial

Clima de tensão se intensifica nos EUA por causa da eleição presidencial

O clima de tensão por conta da eleição presidencial dos Estados Unidos vem se intensificando nas últimas horas. Dezenas de pessoas foram presas na noite desta quarta-feira, em Nova York, em manifestação contra o presidente Donald Trump e os pedidos do republicano para recontagem de votos.

Em Washington, um grupo protestou próximo à Casa Branca defendendo a continuidade da apuração. Também houve protestos em outros estados.

Os EUA aguardam o resultado do pleito que vai definir quem governará a nação pelos próximos quatro anos. O democrata Joe Biden está na frente na apuração oficial. Trump afirmou que recorrerá à Justiça e já pediu a recontagem de votos no Wisconsin, onde Biden venceu.

Manifestantes marcharam pela região de Washington Square gritando frases como “Não a Trump, não à KKK (Ku Klux Klan), não ao facismo nos Estados Unidos”. Quando a maioria do grupo já tinha se dispersado, os policiais encurralaram alguns manifestantes em uma rua próxima à 5ª avenida.

Valorizamos a importância da liberdade de expressão. Nossa maior prioridade é e sempre será a segurança. Prendemos mais de 20 pessoas que tentaram sequestrar 1 protesto pacífico acendendo fogueiras, jogando lixo e ovos em Manhattan”, publicou a corporação no Twitter. Segundo o New York Times, 60 pessoas foram presas.

Atear fogo coloca outras pessoas em risco e não será tolerado“, disse a corporação. 

Um grupo de manifestantes protestou próximo à Casa Branca, em Washington, pedindo que a contagem de votos não seja interrompida.

Em Minneapolis, manifestantes bloquearam uma rodovia em protesto contra Donald Trump. A polícia do Estado prendeu pessoas que teriam se recusado a deixar a via. A corporação não informou o número de prisões.

Na Pensilvânia, os manifestantes pediam a contagem de todos os votos. O Estado, que garante 20 delegados para o candidato vencedor, vai considerar como válidos os votos que cheguem até 6 de novembro. A campanha de Trump entrou com ação pedindo a suspensão da apuração das cédulas restantes.

Manifestantes favoráveis a Trump se reuniram em Detroit, no Michigan. O grupo foi para 1 dos locais de contagem dos votos e exigiram a suspensão das atividades. Alguns batiam na janela do local e gritavam: “Parem a contagem”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES