quinta-feira, outubro 21, 2021
No menu items!
Início Estados Unidos Câmara aprova plano de estímulo econômico com distribuição de U$ 1,400 em...

Câmara aprova plano de estímulo econômico com distribuição de U$ 1,400 em cheques

A Câmara dos Deputados aprovou na madruagada deste sábado o pacote de alívio financeiro proposto por Joe Biden. O plano prevê uma injeção na economia de US$ 1,9 trilhão, com direito a uma nova rodada de cheques, desta vez de US$ 1,4 mil para contribuintes do imposto de renda.  

A câmara baixa controlada pelos democratas votou 219-212, com oposição unânime dos republicanos. Todos, exceto dois democratas (Kurt Schrader, pelo Oregon, e Jared Golden, pelo Maine), votaram a favor.

O pacote inclui bilhões de dólares para vacinas e testes de coronavírus, reabertura de escolas, governos estaduais e locais, restaurantes e companhias aéreas.

Também oferece isenção de impostos para pessoas com renda mais baixa e famílias com crianças, inclui um bônus federal de desemprego de US$ 400 por semana e benefícios de até 3.600 por criança, durante um ano.

Segundo a legislação de resgate financeiro em função da pandemia, o total de cheques diretos de US$ 1.400 será recebido por pessoas com renda de até US$ 75.000 por ano, ou casais que ganham até US$ 150.000 juntos.  

Os democratas, que terão de enfrentar alguns obstáculos no Senado, onde controlam a maioria para uma única cadeira, querem chegar à aprovação final do pacote antes que o seguro-desemprego expire em meados de março.

Eis alguns pontos do pacote:

. Cheques diretos de US$ 1.400 por pessoa. A proposta atual prevê que sejam distribuídos entre os que ganham até US$ 75.000 anuais individualmente e US$ 150.000 se for um casal. Para este benefício, os democratas planejam incluir famílias mistas que declaram em conjunto com social e Itin Number.

A proposta democrata também prevê que as famílias recebam ajuda anual de US$ 3.000 para crianças entre 6 e 17 anos ou 3.600 para crianças menores de 6 anos.

Benefícios de desemprego

. A proposta prevê pagamentos adicionais, de US$ 400 por semana, até 29 de agosto deste ano.

. Salário mínimo federal de US$ 15 por hora. O plano prevê que esse valor mínimo seja alcançado em quatro anos, por meio de aumentos progressivos.

Parte dos recursos incluídos no plano também deve ir para setores-chave atingidos pelo impacto do COVID-19, como escolas e saúde, e para ajudar famílias necessitadas a ter alimentos suficientes e manter o acesso à moradia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES