domingo, outubro 24, 2021
No menu items!
Início Imigração Após denúncias, ICE vai colaborar com investigações sobre esterilização de imigrantes

Após denúncias, ICE vai colaborar com investigações sobre esterilização de imigrantes

A agência que comanda a força de deportação nacional do governo Donald Trump mudou seu tom nesta quinta-feira, três dias após a apresentação de uma denúncia de práticas não autorizadas de histerectomia em imigrantes indocumentadas, em uma de suas prisões localizadas no condado de Irwin, na Geórgia.

Na terça-feira, o Escritório de Imigração e Alfândega (ICE) disse à Univision Noticias que “não comenta assuntos apresentados” à Inspetoria Geral do Departamento de Segurança Interna (IGDHS), que leva “todas as denúncias a sério”, mas que “denúncias anônimas, não comprovadas, feitas sem nenhum detalhe específico que verifique os fatos, devem ser tratadas com o ceticismo apropriado que merecem”.

Agora, em tom diferente, disse em outro e-mail que “por respeito ao trâmite de pendências perante a Inspetoria-Geral, não comenta prematuramente as denúncias apresentadas” e que, além disso, “pretende cooperar plenamente com qualquer investigação resultante”.
 
A reclamação de 28 páginas foi apresentada pelo Project South e é baseada principalmente nos testemunhos de uma enfermeira que trabalhava no Centro de Detenção do Condado de Irwin, na Geórgia. Também por vários imigrantes detidas cujas identidades foram protegidas.

O relatório aponta a suposta realização de um elevado número de histerectomias realizadas na prisão do ICE em Irvin, e inclui práticas pouco saudáveis ​​no manejo da pandemia de coronavírus, bem como a negação de atendimento médico solicitado pelos internos, demora no parto de medicamentos, ocultação de relatórios sobre o estado de saúde dos reclusos e realização de falsos diagnósticos, entre outros problemas.

Na resposta dada à Univision Noticias, o ICE enviou uma declaração atribuída à Dra. Ada Rivera , Diretora Médica do órgão federal. 

“As acusações serão investigadas minuciosamente por um escritório independente”, disse Rivera. “No entanto, o ICE contesta veementemente a implicação de que os detidos são usados ​​para procedimentos médicos experimentais”, acrescentou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES