sexta-feira, outubro 15, 2021
No menu items!
Início Estados Unidos Agência do governo Trump autoriza transição para equipe de Joe Biden

Agência do governo Trump autoriza transição para equipe de Joe Biden

Seria o primeiro passo para o reconhecimento da derrota de Donald Trump na eleição presidencial? Nesta segunda-feira, Emily Murphy, chefe da Administração de Serviços Gerais dos Estados Unidos, informou ao presidente eleito Joe Biden que sua agência seguirá em frente com os procedimentos de transição, considero-o como o vencedor da eleição. Trump, no entanto, ainda não concedeu a derrota publicamente ao adversário democrata e prometeu seguir lutando nos tribunais.

“Saiba que tomei minha decisão de forma independente, com base na lei e nos fatos disponíveis”, disse Murphy em uma carta a Biden: “Eu nunca fui direta ou indiretamente pressionada por qualquer funcionário do Poder Executivo – incluindo aqueles que trabalham na Casa Branca ou GSA – com relação ao conteúdo ou momento de minha decisão. Para ser clara, não recebi nenhuma orientação para atrasar minha determinação”.

A carta efetivamente encerra um impasse de semanas em que a equipe de transição Biden acusou Murphy e sua agência de reter recursos essenciais necessários para uma transferência de poder suave.     

A equipe de transição de Biden havia ameaçado com uma ação legal, acusando a GSA de ameaçar a segurança nacional e dificultar os preparativos para combater a pandemia do coronavírus por não fornecer suporte para o novo governo. Murphy disse que sua decisão foi baseada em “desenvolvimentos recentes envolvendo contestações legais e certificações de resultados eleitorais”.

Na manhã desta segunda-feira, Michigan certificou seus resultados eleitorais e a Suprema Corte da Pensilvânia rejeitou um recurso da campanha de Trump que buscava invalidar milhares de votos de ausentes no Condado de Allegheny.

Em uma série de tweets, o presidente Trump agradeceu a Murphy por seu tratamento do processo de apuração desde o dia da eleição. O presidente prometeu continuar sua contestação legal dos resultados eleitorais.

“Quero agradecer a Emily Murphy da GSA por sua constante dedicação e lealdade ao nosso país”, escreveu Trump no Twitter. “Ela foi assediada, ameaçada e abusada – e não quero que isso aconteça com ela, sua família ou funcionários da GSA. Nosso caso continua FORTEMENTE, vamos manter o bom combate e acredito que vamos vencer!”.

Trump prosseguiu:

“No entanto, no melhor interesse do nosso país, estou recomendando que Emily e sua equipe façam o que for necessário em relação aos protocolos iniciais e disse à minha equipe para fazer o mesmo”.

A equipe de transição Biden-Harris disse que o movimento da GSA para determinar Biden como presidente eleito forneceria “à nova administração os recursos e o apoio necessários para realizar uma transferência de poder tranquila e pacífica”.  

Nos próximos dias, as autoridades de transição começarão a se reunir com as autoridades federais para discutir a resposta à pandemia, ter uma prestação de contas completa de interesses de segurança nacional e obter uma compreensão completa dos esforços do governo Trump para esvaziar as agências governamentais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

POPULARES